9 sets que você não pode perder na Tribe

A edição 2019 da Tribe está chegando e pensando nisso, selecionamos 9 sets que você não pode perder no festival. Leia nossas dicas e programe-se:

Tribe

No próximo sábado, dia 27, a Arena Maeda receberá mais ama grande edição da Tribe, um dos eventos mais tradicionais do calendário eletrônico nacional. Serão mais de 40 artistas, divididos em 3 palcos, nas 19 horas de festa.

Sabemos que é uma tarefa muito difícil decidir quem serão os artistas que queremos assistir num evento como esse, que tem, por exemplo, Boris Brejcha, Astrix e Illusionize tocando praticamente ao mesmo tempo, cada um em um palco diferente. Pensando nisso, nós separamos 9 sets, 3 de cada palco, como sugestão pra você assistir na Tribe. Claro que os 3 citados acima estão na lista, além de outros grandes destaques e árdua de decisão sobre qual set escolher, fica a pra você!

Solaris

Alpha Portal

Existem projetos que são compostos por grandes artistas, mas existem outros que são formados por grandes gênios, que é o caso do Alpha Portal. Astrix e Ace Ventura são os nomes por trás do projeto que raramente vem ao Brasil e por isso, a ansiedade para a apresentação deles é gigantesca. Individualmente, ambos os artistas possuem carreiras gigantes, mas juntos, são capazes de fazer coisas inimagináveis. O Alpha Portal se apresenta no Solaris à 01h.

Astrix

Falar de Tribe, sem falar de Astrix ou sem coloca-lo numa lista dessas, é no minimo uma covardia. Considerado por muitos, um dos maiores nomes do trance mundial e apelidado de Rei por sua legião de fãs, Astrix é com toda certeza, uma peça central no cenário da música eletrônica mundial. Com uma bagagem musical gigantesca, Astrix é uma das atrações mais esperadas da Tribe. Ele toca às 02am no palco Solaris.

Vegas

Outro que já é figurinha constante em nosso site e não é pra menos: vencedor do Beat Awards por 3 anos consecutivos e com um álbum que é um dos mais elogiados (e tocados) pelos DJs do cenário trance nacional, Vegas é um dos grandes expoentes brasileiros. O seu álbum, ‘Caixa Mágica’, é um misto de sons e emoções, que mexem com o emocional do público e que com certeza, proporcionará grandes momentos no Solaris, às 05h30.

Tribe Club

Giorgia Angiuli

Um live completamente irreverente e divertido, mas com músicas fortes e marcantes, são características de Giorgia Angiuli. Quebrando toda a monotonia das roupas pretas, Giorgia é adepta do pink techno, com muitas cores e elementos curiosos durante o seu live, como fantoches e brinquedos infantis. Seu som, consistente, reflete totalmente ao contrário da aparência meiga e ingênua. Giorgia é o perfeito de exemplo de que as aparências enganam. Ela toca no Tribe Club às 21h30.

Boris Brejcha

O Bruxo dispensa apresentações. Dono de uma sonoridade única, criada por ele mesmo, o Minimal High-Tech, Boris Brejcha é capaz de criar uma atmosfera indescritível. Quando ele e sua máscara sobem ao palco, somos transportados para um mundo novo. Dono de grandes hits e colecionando apresentações nos maiores festivais do mundo, Boris está de volta a Tribe depois de anos, para nos presentear com toda a sua bruxaria. Ele toca no Tribe Club à 0h30.

Bart Skils

Considerado por muitos como um dos maiores artistas holandeses de techno, Bart faz parte da tão desejada e restrita gravadora de Adam Beyer, a Drumcode. Nome por trás da gravadora Volte do festival Voltt Loves Summer, Bart já viajou o mundo tocando em grandes festivais, como o Awakenings, além de ter passagens por clubs renomados, como o Berghain e o Fabric London. Bart Skils ser apresenta às 08h30 no Tribe Club.

Secret Garden

Illusionize

Pedrinho é com toda certeza, um dos maiores artistas do cenário mainstream nacional. O goiano comemorou recentemente seu 10 anos de carreira com o lançamento do álbum ‘X’, que marca toda a versatilidade sonora do artista. Conhecido por seu grave poderoso, Illusionize tem deixado as gêneros de lado e fazendo uma verdadeira viagem entre o bass, tech-house e house, uma mistura que têm dado bastante certo! Ele se apresenta à 1h30 na Tribe.

Lee Foss & Anabel Englund

Natural de Chicago, berço da house music, Lee Foss já foi considerado pela DJ Mag como um dos artistas mais talentosos da dance music moderna. Dono dos selos Hot Creations e Hot Natured, Lee mistura elementos dos anos 80 e 90 com o techno detroit, além da bela voz de Anabel Englund. A americana é uma das cantoras mais procuradas por produtores de música eletrônica, por conta de sua voz suave e encantadora e será com Lee, que ela se apresentará no Tribe Club às 05h30.

wAFF

Ex-dançarino e ator, wAFF tem a arte correndo em suas veias desde sempre. Um pouco mais de 10 anos atrás, ele resolveu se aventurar nos caminhos da produção musical e desde então, tornou-se um fenômeno no techno mundial. Com lançamentos em diversas gravadoras, entre elas a Cocoon de Sven Vath e Drumcode, wAFF é um dos nomes constantes nos clubs de Ibiza e agora, terá a importante missão de encerrar o Secret Garden da Tribe às 07h30.

Se você ainda não garantiu seu ingresso para a Tribe, corra e compre o seu clicando aqui.

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Há vinte e tantos anos, embalado pelo Trance.