Entrevistamos: NERVO no Rock in Rio

Elas são uma das maiores DJs do mundo. Australianas, gemêas e agora mães, conversamos com Mim e Liv, o duo NERVO no Rock in Rio.

Nervo
NERVO

Donas de uma carreira impecável, as gemêas NERVO, são, com toda certeza, as artistas femininas mais relevantes do cenário mainstream da música eletrônica atual. Com uma discografia que inclui diversos hits, além de suas incontavéis aparições nos mais diversos lineups de eventos de todo o mundo, Miriam e Olivia passaram recentemente pelo Rock in Rio e São Paulo, fazendo duas grandes apresentações. Mesmo com uma agenda apertada, afinal, as duas estão amamentando, elas receberam nossa equipe e bateram um papo com a gente, que você confere abaixo. Entrevistamos: NERVO!

Beat for Beat – Olá Miriam e Oliva. É um prazer conversar com vocês, muito obrigado por nos receberem. Para começar, todos nós sabemos que irmãos gêmeos possuem uma forte conexão entre eles, seja ela física, mental e até espiritual. Quando foi que essa conexão de vocês envolveu a música encantou vocês duas? Quando vocês decidiriam que seguiram a carreira musical?

NERVO – Realmente, nós sempre estivemos muito conectadas, desde o começo de nossas vidas. Música é uma coisa que sempre amamos, sempre foi nossa paixão. Nós fomos muito sortudas pois desde muito cedo, nossos pais nos fizeram ter aulas de música e essa paixão foi crescendo cada vez mais. Os anos foram passando e fomos nos envolvendo cada vez mais esse universo musical. Com 15 anos nós já tocavamos piano, o que é un instrumento bem complicado, até que descobrimos a música eletrônica, também juntas. Começamos então a unir nosso conhecimento musical, nos tornamos DJs e transformamos a nossa paixão em nosso trabalho e isso é incrível! Poder trabalhar com o que semana é muito satisfatório.

B4B – Encontrar sua identididade profissional e musical, não é tarefa fácil. Além de serem DJs e produtoras, vocês também compões para outros artistas. Como é ter essa vida tão agitada, cheia de paralelos e ainda conseguir conciliar com a carreira pessoal de vocês?

NERVO – Nós acreditamos que o Universo sempre conspira a nossa favor. Nós começamos lá atrás, escrevendo pra outros artistas do mundo pop, trabalhando pros outros, até que começamos a fazer sucesso com eles, tipo a Kesha. Depois disso, nós fechamos nosso primeiro contrato com um DJ, pela primeira vez trabalhariamos como cantoras para um DJ, afinal, nós duas cantamos e não queríamos viver esse mundo pop. Nesse momento, achamos que o melhor a se fazer era seguir nossa intuição e hoje, podemos ver que foi a melhor opção. Ainda hoje, vivemos num mundo onde todos querem opinar sobre o que você deve ou não deve fazer, mas é importante sempre ser firme e seguir os seus próprios pensamentos. Se você fizer algo e não for bem, pelo menos você tentou e isso é importante. Hoje, a gente sempre mantem nossa cabeça firma em nosso trabalho e fazemos aquilo que achamos melhor, seja trabalhar para nós mesmos ou pros outros, ponderando bem pra não perdermos o foco.

Nervo Ushuaia
NERVO no Ushüaia Ibiza

B4B – Vocês acumulam prêmios importantes como o Grammy, possuem músicas no topo nas paradas de sucesso e estão sempre viajando o mundo em suas tours, passando pelos principais clubs e festivais. O fato de serem mulheres, dificultou todo esse reconhecimento numa cena ainda mais masculina?

NERVO – Eu acredito que isso nos ajudou em partes, assim como foi contra a gente em outras. No começo, nós conhecíamos algumas DJs mulheres, mas realmente ainda era mais díficil entrar nesse universo mais masculino, afinal, algumas pessoas preferiam DJs homens, mas isso foi mudando e a mulher trouxe um outro olhar para a indústria musical, para a música eletrônica e acabou ganhando um certo destaque, dessa vez, por ser mulher. A música é algo que vai além de genêros, mas se formos definir por eles, hoje as mulheres estão dominando muitos setores, incluindo o musical. Vivemos numa época onde as mulheres estão presentes em grandes eventos e pistas de todo mundo, mas mesmo que em minoria, nos sentimos bem mesmo que cercadas por meninos. Tá tudo certo!

B4B – Ser mulher já não é uma tarefa fácil no nosso mundo. E agora sendo mães? O que mais mudou na rotina profissional de vocês? Como é conciliar o trabalho de vocês com a maternidade, sempre tão importante para a maturidade feminina?

NERVO – Nós estamos amando ser mães! Claro que precisamos ser um pouco mais organizadas, manter tudo em dia, sem muita bagunça. Precisamos correr um pouco mais também, já que não podemos ficar tanto tempo longe, mas voltar pra casa e agarrar o seu filho é maravilhoso. Depois de ter um filho, a sua vida muda completamente, sua perspectiva sobre tudo muda e aconteceu com a gente. Mas temos muita sorte, pois podemos trazer nossos filhos com a gente, para nosso trabalho, assim, a gente não fica tanto tempo longe. É muito gostoso!

Nervo Baby
Mim e Liv e um dos bebês NERVO no Brasil

B4B – Vocês possuem uma conexão muito forte com o público brasileiro. Os amantes da música eletrônica em nosso país amam o trabalho de vocês. Para vocês o que há de diferente nas apresentações pelo Brasil? O que vocês mais amam por aqui?

NERVO -O que mais amamos aqui, com certeza são as pessoas! O Brasil é um país incríVel. A energia das pessoas, que estão sempre sorrindo, felizes, principalmente quando estão curtindo uma festa, é contagiante! Ah, e vocês tem pão de queijo e coxinha! Esse país é incrível e adoramos voltar para cá. Nós até trouxemos nossos filhos para conhecer vocês. Eles adoraram! Obrigado por nos rceberem tão bem!

Comentários

Editores do Beat for Beat. Apaixonados pela música, pela pista e uma boa taça de gin.