Iraque faz seu primeiro festival com música eletrônica

O Iraque, um país que já foi devastado por tantas guerras, comemorou seu primeiro festival de verão com música eletrônica na programação.

Iraque
Público do primeiro Festival de Verão de Bagdá

Quando lembramos do Iraque, geralmente não nos vem boas notícias na cabeça, principalmente sobre música eletrônica. No entanto, parece que os tempos estão finalmente mudando no país. Nesta última sexta feira, em Bagdá, jovens iraquianos celebraram seu primeiro festival de verão, indicando que há possibilidades de se criar uma nova imagem para o Iraque. O mais legal disso tudo é que a EDM fez parte desta mudança.

O primeiro festival de verão do Iraque pode estar inaugurando uma nova era para uma nação que já foi tantas vezes devastada pela guerra. E numa quadra de basquete que se adaptou em pista de dança, luzes néon entraram em protagonismo de onde o tiroteio predominava o céu durante a noite. Depois de um show de carros, os participantes puderam dançar um set de DJs que incluíram sucessos populares do país e também do ocidente.

Iraque
DJ tocando música eletrônica no primeiro Festival de Verão de Bagdá

O Festival de Verão de Bagdá foi bastante inesperado para um país que recentemente era muito perigoso devido aos constantes ataques suicidas de grupos extremistas. Agora as mulheres, ainda que poucas e raras, fazem parte das comemorações, também sendo uma forte mudança nos costumes conservadores e religiosos, em relação à mulheres em locais públicos, abrindo mais uma vez o leque de possibilidades de como o povo iraniano pode acabar com o caos, o machismo e o preconceito diante da música e da diversão.

Esperamos que este festival de verão se repita no ano que vem, sendo um sinal de novos ares para o país que respira sangue em sua própria história.

Comentários

DJ, marketeiro, um caipira-paulistano. House e Groove pra dançar, Trance pra sonhar.