Laroc nos fez flutuar em noite embalada pelo Trance

Em noite especial, o Laroc Club recebeu nomes gigantes do Trance, como Ferry Corsten e Aly & Fila e emocionou a todos os presentes.

Laroc

Seria clichê, dizer que o Laroc nos proporcionou uma noite única, em sua última abertura, mas isso jamais deixará de ser verdade. O por-do-sol em Valinhos nunca teve uma noite tão trance quanto no último sábado, dia 04, e graças ao club, vivenciamos momentos inesquecíveis.

O sol ainda brilhava forte quando os primeiros trancers chegaram ao club no interior de São Paulo. Pela primeira vez na história do club, ele abria as portas com atrações exclusivamente Trance. A euforia e ansiedade eram gigantes. Todos estavam ansiosos pela sequência de DJs que se apresentariam. Danilo Ercole fez as honras e recepcionou os primeiros a chegarem no club. Com toda sua técnica e sons que flertam bastante com o deep trance, marca registrada da Anjuna, gravadora que já lançou tracks do brasileiro, Ercole foi construindo uma atmosfera perfeita para a noite que estaria por vir.

Ferry Laroc
Ferry Corsten

O por-do-sol propriamente dito ficou por conta de Wrechiski, outro grande brasileiro do gênero. Wrechiski foi o responsável por fazer a transição dos bpms mais lentos para os mais altos, preparando o terreno para a primeira atração principal da noite. Com um repertório poderoso, Wrechiski mostrou a que veio e fez valer o suporte que recebe de nomes como Armin van Buuren. O clima estava favorável, o público animado: era hora de Ferry Corsten!

Falar de Ferry pode parecer um certo fanatismo, mas basta assistir a um set do holandês, pra entender o sentimento que ele é consegue causar. Com múltiplas facetas, Ferry é capaz de despertar emoções até então desconhecidas. Lágrimas desciam pelo rosto dos presentes, enquanto ele nos levava em uma viagem entre seus maiores hits. Fomos transportados, mais uma vez, para o mundo de Lukas e Vee, protagonistas do último álbum de Ferry, Blueprint e pudemos sentir toda a força do trance que só ele é capaz de fazer. Ferry nos fez dançar. Nos fez chorar!

Ferry e Fadi Laroc
Ferry Corsten e Fadi do Aly & Fila

Da Holanda diretamente para o Egito, após toda a viagem emotiva, era hora de iniciarmos uma jornada entre Reis e Faraós. Fadi subiu ao palco representando o duo Aly & Fila e trouxe toda a sua potência do Oriente Médio. Com uma sonoridade diferente, menos melódica e com drops que por muitas vezes aproximam-se do psytrance, Fadi nos mostrou toda a versatilidade que o Trance possui. Pudemos sentir, por uma noite, como é dançar em meio as Pirâmides ao melhor estilo FSOE de ser.

Por último, mas não menos importante, outro holandês e que é apaixonado pelo Brasil, subiu ao palco do Laroc. RAM, com toda a sua energia, irradiava felicidade. Com um set contagiante, completamente dançante, RAM foi o responsável por encerrar aquela noite. Quando sua track ‘RAMelia‘, feita em homenagem a sua falecida esposa, que era brasileira, ecoou por todo o Laroc, a emoção se fez presente mais vez e todos fomos abraçados pela música.

RAM Laroc
RAM

O Laroc foi, por uma noite, muito mais que uma festa. Ele recebeu uma reunião de amigos que não se viam a muito tempo. Sorrisos estavam em todos os lugares e a alegria era constante. Por uma noite, o club respirou a essência do verdadeiro Trance. Quando fechávamos os olhos, éramos capazes de voar. Obrigado, Laroc. Que noites assim se repitam por muitas e muitas vezes!

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Há vinte e tantos anos, embalado pelo Trance.