fbpx
Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Editorial

You Still Feel Love: 10 anos sem Donna Summer

O legado de Donna Summer ainda bate em nossos ouvidos com todo o amor e o carinho de sua disco music inabalável.

Donna Summer

Donna Summer

No dia 17 de Maio de 2012, aos seus 63 anos de idade, Donna Summer se calava diante de um câncer de pulmão. A voz de milhões, que marcou ao menos duas a três grandes gerações, ainda bate em nossos ouvidos ao escutarmos qualquer remix de ‘I Feel Love‘, seu maior e lendário sucesso, uma colaboração histórica com o produtor Giorgio Moroder.

No dia 2 de Julho de 1977, ano que era era inaugurado um dos mais emblemáticos clubs de NY, o Studio 54 e também o lançamento de um clássico cinematográfico, “Os Embalos de Sábado a Noite“, chegava pela primeira vez nas bolachas de vinil este sucesso que se tornaria uma das bases da dance music mundial. E por quase 45 anos, este hino ainda toca, porque afinal, ninguém se importa em ouvir música de extrema qualidade, em um mundo onde diversos sons se tornaram descartáveis e inconsumíveis ao passar de semanas.

Giorgio Moroder e Pete Bellote, produtores de base e Patrick Cowley, que cedeu o remix reconhecido mundialmente, com certeza estiveram mais que orgulhosos em ter Summer como vocalista do que poderíamos chamar de “ano zero” da música eletrônica de pista. Presente em seu quinto disco, o hino ganhou as paradas da Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos, avançando para ser um grande sucesso mundial, mas barrado por emissoras como a “Radio 1“, por ser sexy demais para os padrões exigidos da época.

Donna Summer

Donna Summer

Não seria a primeira vez que Summer e seus produtores passariam por represália, afinal, o que uma artista mulher e negra poderia se transformar em um mundo hipoteticamente conservador e hipócrita? Em 1979, após seu estouro, veio a “Disco Demolition Night” e todo o poder de Summer, agora queimava como o verão de sul americano, em um estádio de futebol. Música preta demais, feminina demais, dançante demais.

O que nem todos os conservadores sabiam, é que logo nos 80’s um novo verão de sucesso chegava para a música de Summer, principalmente pelo palco dado aos artistas de disco, por ceder seus vocais à nossa recém-nascida house music. Eram novos tempos chegando, tempos de resistência.

Donna Summer

Donna Summer

I Feel Love‘ cedeu seu espaço de imponente sucesso, para outras faixas que viriam no repertório de Donna. Last Dance, On the Radio, Hot Stuff, MacArthur Park, Breakaway, Romeo, Our Love, Sunset People, Lucky, entre tantas outras músicas, que tornariam Summer imortal nas pistas de dança no planeta.

O casamento perfeito entre a diva e a House Music, só torna-se cada vez mais sólido, mesmo com a partida de Donna há 10 anos, estaremos sempre repercutindo seu legado com os já íntimos acordes de Moroder e a enigmática voz aveludada nos dizendo: “Ooh it’s so good, it’s so good. It’s so good, it’s so good. It’s so good…“. Preciso te dizer Summer, eu ainda sinto o amor.

Comentários

Formado em Administração de Negócios com ênfase em Marketing, pós graduando em comunicação. DJ, poeta e workaholic. Amante de um bom som, um amanhecer e uma boa dose de esperança.

Leia Também:

Agenda

O  artista romeno, COSMJN, se apresenta nesta sexta-feira, na festa Freak Chic, trazendo muito minimal para o D-Edge. Confira as informações. Embora COSMJN tenha começado...

Lançamentos

Conquistando um destaque na Apple Music, o álbum ‘Motion Pride’, de Motion Records e TNW , celebra o mês do Orgulho LGBTQIA+. A Motion Records...

Via UnderGROUND

Retornando para a capital paulistana, o Warung Tour SP trará a magia do Templo a cidade com um line-up que conta com Adriatique e...

Área 51

O jovem talento mostra que é possível combinar ambos os estilos de forma surpreendente Ale Vaz já mostrou em seus outros lançamentos que entende...

Publicidade

Beat for Beat © 2020 | CNPJ 16.853.408/0001-46 | (11) 98602-8789