fbpx
Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Via UnderGROUND

Jessica Brankka fala do seu retorno às pistas após eventos de final de ano

Retornando gradativamente às pistas de dança, a DJ Jessica Brankka conversou com a gente e falou suas gigs e um novo EP que está por vir.

Jessica Brankka

DJs, produtores e artistas em geral que utilizam a criatividade precisam lidar constantemente com duas características: transformação e evolução. Transformação para absorver e assimilar a infinidade de informações que lidamos diariamente, evolução para mostrar sempre sua melhor versão a partir das suas crenças e referências. É por esse processo constante de redescoberta e autoconhecimento que Jessica Brankka vem passando nos últimos tempos.

Com pouco mais de um ano de carreira profissional, a DJ e produtora —que na verdade se formou em Educação Física— vem conquistando reconhecimento no cenário nacional e internacional graças a sua identidade carregada de personalidade e sofisticação, trazendo influências do Afro House e Techno Melódico que já lhe garantiram presença em palcos do Camarote Salvador, Camarote N1, NineSeven Club, onde é DJ residente, e na festa O Circo, no réveillon, onde teve a oportunidade de pegar a pista logo após a apresentação live de WhoMadeWho.

Longe de querer ser apenas mais uma entre tantos, a artista preza principalmente pelo novo e carrega consigo a característica da adaptabilidade, com respaldo para encarar diferentes tipos de pistas e desafios na música. Para este ano de 2021, Brankka faz sua estreia como produtora musical apresentando o primeiro EP de sua carreira, assinado pela gravadora Frau Blau Records, grande expoente do Afro House mundial. Na curiosidade de saber um pouco mais sobre suas apresentações e outras novidades, batemos um papo com a artista para entender detalhes do que vai rolar pela frente:

Beat for Beat – Olá, Jessica! Tudo bem? É um prazer conversar com você. Primeiramente não podemos deixar de perguntar: como tem sido para você discotecar novamente com o retorno gradativo dos eventos com medidas de segurança impostas?

Jessica Brankka – Olá, tudo sim, mas estaria bem melhor se tudo isso já estivesse normalizado [risos]. É um prazer estar aqui com vocês também, obrigada! Estamos passando por um longo teste de resiliência, foram pouquíssimos e pontuais eventos que aconteceram, não sinto isso como um retorno gradativo, é uma outra atmosfera um pouco estranha, ver as pessoas ali com um certo medo/preocupação, tendo que respeitar várias restrições, parece que as “festas” carregam um peso maior de culpa pra esse momento que estamos vivendo, tanto que somos os mais prejudicados. Estamos aguardando ansiosos pela verdadeira retomada dos eventos, claro que com todos os protocolos de segurança.

Na sua visão, quais as principais diferenças das gigs pré-pandemia e os novos moldes de pistas atuais? Isso afetou de alguma forma a estrutura de seus sets e pesquisa musical?

Jessica Brankka – A diferença é que agora tivemos que nos adaptar aos novos formatos restritivos de eventos impostos pela lei. Eu acho que afeta sim a estrutura de qualquer set porque se temos um público menor, temos também uma resposta menor ao nosso trabalho, é uma outra atmosfera criada entre artista e o público e com isso muda-se também as tendências e pesquisas musicais, já que o mercado não é o mesmo e a música é cíclica.

Das pistas para o estúdio… em breve você vai estrear o primeiro EP de sua carreira pela Frau Blau Records, uma conquista e tanto! Conta pra gente como aconteceu o contato com o label?

Jessica Brankka – Sim!! Estou super feliz em lançar meu primeiro EP por essa gravadora, é um grande passo na minha carreira. O contato não teve nenhum segredo, enviamos a track para a Frau Blau, eles curtiram e acreditaram muito, nos sugeriram fazer o EP com remixes de outros artistas e então agregou ainda mais.

E atualmente, como você tem dividido a sua rotina? Seu dia é separado com horários específicos pra produzir e realizar outras tarefas?

Jessica Brankka – Maior parte do meu tempo estão voltados para minhas atividades de produção musical, é um lado que quero estar em constante desenvolvimento, mas como as ideias e criatividade surgem em momentos indeterminados, não tenho regras nem horários específicos, tudo depende de como está minha mente e de como estou me sentindo para realizar determinada coisa, mas gosto de me dedicar e focar 100% em tudo que faço.

Por fim, além da estreia do EP, quais novidades podemos esperar para o primeiro semestre de 2021? Valeu! 🙂

Jessica Brankka – Pretendo lançar mais duas músicas junto com um clipe, estamos preparando tudo com muito cuidado, fiquem de olho!

Siga Jessica Brankka no Instagram

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Trance para amar e Techno para dançar, com uma taça de Gin para acompanhar. Onde é o after?

Leia Também:

Mainstage

Em colaboração com Bono e The Edge, da banda U2, Martin Garrix produziu a música tema do UEFA Euro 2020. Saiba mais detalhes sobre...

Lançamentos

Ouça os melhores lançamentos que agitaram os primeiros 7 dias de Maio em uma playlist exclusiva nas plataformas de streaming. Comentários

Mainstage

Alesso, Tove Lo e outros grandes nomes da música, cederam suas redes para a fundação Tim Bergling. Confira os detalhes. Comentários

Via UnderGROUND

O Parlamento de Berlim decide por unanimidade de que os clubs são considerados instituições culturais importantes para a economia local. Comentários

Publicidade

Beat for Beat © 2020