fbpx
Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Editorial

Junho, um mês de orgulho e resistência com as cores da nossa bandeira

O mês de junho celebra o orgulho LGBTQIA+ e no B4B, as comemorações que antes duravam uma semana, agora serão ainda maiores.

Junho Mês LGBTQIA+

O ano era 1969. Na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, havia um único bar dedicado à comunidade LGBTQIA+ daquela região, o Stonewall Inn. Sem licença para comercializar bebidas e saídas de emergência, além de não seguir as exigências sanitárias da época, ali era o único lugar abertamente de NY e que tinha como seu principal atrativo a dança – nele aos frequentadores era permitido dançar.

Mesmo já funcionando anos depois da descriminalização da homossexualidade nos EUA, a comunidade ainda era muito perseguida e os frequentadores do Stonewall Inn também. Foi no dia 28 de junho, após uma batida policial, que a comunidade decidiu não se calar mais e causou o episódio que até hoje, é conhecido como um dos marcos mais importantes da comunidade LGBTQIA+ dos últimos anos: a Revolta de Stonewall. (Fonte: Hypeness)

Mas o que isso tem a ver com o Beat for Beat e com a música eletrônica? TUDO!

Stonewall Junho

Revolta de Stonewall 1969

Após 1969, o mês de junho tornou-se o Mês do Orgulho LGBTQIA+. É no mês de junho que as maiores Paradas do mundo acontecem (São Paulo, Nova York, Paris, Barcelona, Londres, Roma, Tel Aviv, Sidney, Toronto, Las Vegas, entre outras)  e também, quando é celebrado o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, 28 de junho, em homenagem ao ato tão importante de Stonewall. No B4B não seria diferente.

Desde sua criação, em 2015, este portal celebra o orgulho, as cores da nossa bandeira, através da Pride Week. Durante alguns dias seguidos, dedicávamos parte da nossa programação para abordar temas importantes, sempre dialogando com artistas LGBTQIA+ da cena eletrônica nacional, mas este ano será diferente. A partir de 2021, o Beat for Beat realizará o Pride Month!

Junho Mês LGBTQIA+

Durante todo o mês de junho, começando agora, traremos entrevistas com artistas nacionais e internacionais, todos pertencentes a comunidade. Teremos playlists especiais, um Beat Sessions exclusivo e colorido, tudo isso para enaltecer ainda mais os artistas que nunca se esconderam da sociedade. Que possuem orgulho de levantarem a nossa bandeira. Aos que não sabem, a redação original do Beat for Beat é composta 100% por homens gays!

Não queremos impor uma “ditadura gay”. O Pride Month quer celebrar o orgulho que sentimos e continuar oferecendo um conteúdo de qualidade, dessa vez, sob o arco-íris que nos rege. Queremos, acima de tudo, resgatar as raízes da música eletrônica, que nasceu no meio da comunidade LGBTQIA+ preta e além disso, mostrar que o respeito é bom e a gente gosta!

Feliz Mês do Orgulho!

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Trance para amar e Techno para dançar, com uma taça de Gin para acompanhar. Onde é o after?

Leia Também:

Entrevista

Chutando a porta e chegando sem pedir licença, o duo italiano Adam De Maaral, formado por Max Arnese e Alex “Paxi” D’Esposito, lançou no...

Lançamentos

Algumas semanas após o single rodar o mundo nas plataformas digitais — atualmente somando mais de 67k plays apenas no Spotify — a poderosa...

Publicidade

Beat for Beat © 2020 | CNPJ 16.853.408/0001-46 | (11) 98602-8789