Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Review

New Dance Order, o palco à frente do seu tempo

A música eletrônica destacou-se no Rock in Rio com o novíssimo New Dance Order, que nos levou para uma verdadeira viagem no tempo.

New Dance Order Ariel Martini

New Dance Order | Foto: Ariel Martini

O ano é 2085. Uma extensa planície, na zona oeste do Rio de Janeiro, abriga uma estrutura gigantesca. Num formato espacial, branco e imponente, erguia-se o New Dance Order. Enormes telas de LED exibiam belas imagens que não pareciam desse mundo. Uma música mecânica, compassada e quiçá “repetitiva”, ecoou durante 7 dias naquele lugar, comandada por diferentes artistas conhecidos como DJs. Ali, um festival formava-se dentro de outro. Ali, era a casa da música eletrônica no Rock in Rio.


Numa área mais isolada da Cidade do Rock, o NDO brindou os fãs de diversos gêneros eletrônicos, nos proporcionando uma verdadeira viagem entre beats e drops, melodias e sintetizadores. Pudemos experimentar a pluralidade eletrônica, representada por grandes nomes do cenário nacional e internacional. A cada novo set, cada nova apresentação, experiências eram vívidas, movidas pelos mais diversos BPMs, acompanhados pelo ir e vir da montanha-russa montada ali. Uma verdadeira aventura entre notas musicais.

New Dance Order Marcelo Paixão

Foto: Marcelo Paixão

Desde seu primeiro dia, onde o techno e house eram a lei, o New Dance Order mostrou que uma curadoria impecável faz toda a diferença. De Eli Iwasa a Nic Fanciulli e até com Vintage Culture confirmado de última hora, o primeiro dia do NDO ditou: qualidade seria a prioridade do palco e dia após disso, isso era reafirmado.

O primeiro sábado chegou e trouxe com ele, o frescor da nova EDM. De Dubdogz a NERVO, com direito a um gostinho português do Kura, a música eletrônica ganhava formas diferentes, mostrando que se desenvolve e ampliou seus horizontes ao longo dos anos. Bhaskar e Illusionize foram dois dos responsáveis por encerrarem o primeiro fim de semana, que só acabou com mais um set do veterano Lukas Ruiz, o Vintage. O silêncio se fez presente e era hora de partir, pensando na semana que ainda estaria por vir.

New Dance |Order Renan Olivetti

Foto: Renan Olivetti

A quinta-feira amanheceu ensolarada no Rock in Rio e mais uma vez, o New Dance Order estava pronto para nos levar pela história de Myst. Liu, Cat Dealers e Robin Schulz foram alguns dos nomes responsáveis por retomarem os trabalhos e conduzirem a Cidade do Rock por mais uma noite de batidas eletrônicas. Completamente lotada, a área do NDO mostrava todo seu poder de encantamento, conquistando até outros públicos não tão habituados com as batidas eletrônicas

Um sol quente nos recebia na sexta, iluminando rostos, corpos e a alma, conduzidos por aquela sinfonia sintetizada, dessa vez, com notas mais transcendentais. Gareth Emery trouxe toda a sonoridade europeia do trance, que foi acompanhada pelo produto nacional do Vegas e ganhou versões mais rápidas e psicodélicas, com os israelenses Vini Vici e os veteranos do Infected Mushroom. Uma verdadeira conexão musical foi criada, superando toda e qualquer expectativa.

New Dance Order Myst Dutra

Myst, personagem da história do New Dance Order | Foto: Dutra

Atravessar a Cidade do Rock não era tarefa fácil. Um espaço cheio de vida e cores, possuía palcos e ativações das mais diversas, mas bastava o primeiro play, para termos fôlego e atravessar todo aquele gramado. Um verdadeiro baile tomou conta do NDO no sábado, que ganhou o gingado do funk em sua musicalidade. Tropkillaz mostrou para o que veio e DJ Meme e Malboro mostraram que a “velha escola” vai muito bem, obrigado. Alesso nos presentou com seus hits e decretou: o Rock in Rio era eletrônico.

Refletindo o estado de espírito de todos, o domingo amanheceu mais ameno, cinza, nublado, triste com o fim daquela experiência musical. Encerrando da forma que começou, fechando o ciclo, house e techno voltaram ao NDO. Os brasileiros BLANCAh, Flow & Zeo e Gabe fizeram bonito na noite que foi encerrada pelo pássaro misterioso Claptone. Sua máscara dourada brilhava na madrugada carioca e seu som era ouvido por todos os lados. Pela ultima vez, dançar era regra do lugar.

Gabe New Dance Order Ariel Martini

Gabe, no último dia de Rock in Rio | Foto: Ariel Martini

Os fogos anunciaram. As luzes se apagaram. A música parou. O New Dance Order encerrava sua jornada. Após uma extensa maratona, vivemos uma realidade quase futurista, dançando e curtindo cada momento. Futuro e presentes juntos, em completo uníssono, nos levaram por caminhos até então desconhecidos, guiados pelos melhores maestros musicais. Obrigado Rock in Rio, por nós permitir viajar entre as ondas da música eletrônica. New Dance Order, nos encontraremos em breve, numa nova missão!

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Trance para amar e Techno para dançar, com uma taça de Gin para acompanhar. Onde é o after?

FACEBOOK

PLAY!

PUBLICIDADE

Leia Também:

Via UnderGROUND

Abraçando a iniciativa do Exit Festival, o D-Edge será parceiro oficial de transmissão aqui no Brasil; saiba mais detalhes sobre o “Life Stream”. Sim,...

Editorial

Um dos maiores nomes do techno mundial, Carl Cox, encerrando a história de um dos clubs mais importantes da cena global, o Space Ibiza....

Mainstage

Durante quatro sextas ferias, a One World Radio, rádio do Tomorrowland Festival, apresenta um dia especial a 4 gêneros. Conheça-os. Comentários

Via UnderGROUND

Seguindo o fluxo de cancelamentos e adiamentos, o Time Warp Brasil comunicou que a edição tupiniquim do festival, não será realizada mais este ano....

Publicidade

Beat for Beat © 2020