fbpx
Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Via UnderGROUND

Ortus e Diego Ruiz comentam os planos e desafios da Real Supernova

Confira nosso papo com Ortus e Diego, que nos contam sobre os próximos passos da Real Supernova para os próximos meses deste ano.

Ortus Diego

Comandar uma gravadora pode ter se tornado algo mais simples no momento atual com as facilidades tecnológicas e a desburocratização dessa prática, mas ainda assim exige compromisso daqueles que estão à frente da iniciativa. Criar uma identidade sonora (e visual), buscar por artistas, ouvir demos, mixar, masterizar, cuidar da assinatura de contrato, divulgar os releases e entre outras atividades exige tempo, paciência e cuidado.

Ao longo de 2020, a Real Supernova, gravadora capitaneada por Ortus (BR) e Diego Ruiz, fez um ótimo trabalho dentro da cena nacional lançando sete EPs valorizando o trabalho de produtores brazucas, mas também abrindo espaço para novos nomes lá de fora, como Marc Erberich. No início de 2021, uma breve pausa para realinhar objetivos e traçar novas rotas espaciais em busca de produções singulares para compor o catálogo, plano que eles compartilham um pouco mais neste bate-papo:

Primeiramente: nos contem um pouquinho o que motivou vocês idealizarem a Real Supernova? Quanto tempo ela ficou incubada até ganhar vida e ter o primeiro lançamento em fevereiro do ano passado?

Ortus/Diego – Tivemos inúmeras reuniões para finalmente chegar no que queríamos, foram meses de ideias e referências para alinhar um projeto que fosse exatamente o que estávamos planejando. A ideia inicial nunca foi somente uma gravadora, na verdade A Real Supernova é uma marca, que em um futuro bem próximo, vamos ter eventos, coleção de roupas e acessórios e até um casting de artistas. Estamos cada vez mais próximos desses objetivos.

Como foi para chegar na definição do nome/conceito da gravadora? Quem é o responsável por trás dos artworks de cada EP? 

Ortus/Diego – A ideia inicial era algo espacial, afinal essa é a identidade principal da gravadora. Uma supernova é uma explosão estelar poderosa e luminosa. Então pensamos em construir todo o conceito em torno desse acontecimento, e todo o material de mídia tem essa identidade. O responsável pela parte artística das covers é o Diego, toda a parte de vídeo é terceirizada e aprovação de todo o material é feito pelos dois.

A Real Supernova tem uma conexão com o fenômeno astronômico e, também, tenta trazer essa atmosfera ‘espacial’ pros lançamentos, certo? Como “captar” essa essência e aplicar na música? Vocês têm alguma dica?

Ortus/Diego –  Sim, a nossa gravadora não tem um estilo específico, variamos entre o Melodic House & Techno, Downtempo e Techno, temos músicas lançadas em diferentes BPMs, a ideia principal é parecer um som ‘espacial’, para que quando as pessoas ouçam, elas tenham uma sensação que remete uma experiência espacial.

Bem, teve uma pausa nos lançamentos nesse início de 2021… o que vocês estão planejando para os próximos meses? Já possuem algum novo artista confirmado? 

Ortus/Diego – Temos recebido algumas demos, e desde o ano passado estamos selecionando as tracks para o nosso primeiro V.A. Em breve vamos ter o primeiro lançamento de 2021.

Como headlabels, quais são as principais dificuldades que vocês enfrentam no comando do selo? 

Ortus/Diego – Acho que o artista, antes de mandar qualquer música para qualquer selo, deve estudá-lo, ver os últimos lançamentos e tentar enviar um som que seja enquadrado na label. Recebemos muitas demos de muita qualidade, mas também recebemos algumas coisas que não tem nada a ver com o conceito da label. Então se fosse enviado algo direcionado pra label, a chance de dar certo é muito maior. Temos muita cautela em escolher o que vamos lançar, existe um custo alto para que o lançamento seja realizado, então tem que ser algo que seja 100% do nosso agrado e principalmente o artista se sinta muito a vontade de entrar pra nossa família.

Alguma dica ou conselho para quem também deseja criar sua própria gravadora? 

Ortus/Diego –  Projete algo com tempo, amadureça as ideias, e tente ter algo diferencial no mercado. Hoje em dia qualquer um pode ter uma gravadora, mas para termos bons resultados nas mídias e em vendas, requer muita dedicação e tempo. Confessamos que com todos os nossos compromissos nas nossas carreiras pessoais, é difícil conciliar o tempo para termos bons resultados na gravadora, mas cada vez mais estamos nos alinhando para organizarmos tudo. No último mês, recrutamos um grande amigo e artista da Label para nos ajudar nos trabalhos da label. Cruxz, que já lançou com a gente, vai nos ajudar em algumas áreas para crescermos ainda mais.

Veja todos os lançamentos da Real Supernova no Beatport.

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Trance para amar e Techno para dançar, com uma taça de Gin para acompanhar. Onde é o after?

Leia Também:

Editorial

De uma infância com David Guetta a uma carreia focada no Full On, Ga Crux é o primeiro convidado do Pride Month 2021 do...

Via UnderGROUND

Um dos grandes nomes do techno italiano, Enrico Sangiuliano, se apresenta pela primeira vez no renomado Essential Mix de Pete Tong. Confira o set!...

Via UnderGROUND

Tentando trazer consciência ambiental para a cena eletrônica, Soldera apresentou uma live especial, com energia totalmente limpa. Em parceria com a empresa Bel Energy, o DJ...

Descubra

Formado pela Anhembi Morumbi e SAE Institute de Barcelona, I-GOA é mais um nome que  está crescendo no cenário nacional. Descubra com a gente!...

Publicidade

Beat for Beat © 2020 | CNPJ 16.853.408/0001-46 | (11) 98602-8789