fbpx
Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Lançamentos

Ralk, Yassiq e Flakkë falam sobre o sucesso ‘Lost ‘N Found’

Conheça o mais novo single de Flakkë e Ralk, com colaboração dos vocais de YASSIQ, ‘Lost N Found’, em uma entrevista exclusiva para o Beat for Beat,

Ralk Flakke

‘Lost ‘N Found’, um dos grandes sucessos brasileiros que tem chamado atenção do cenário internacional, soma mais de 360 mil streams e tem sido tocada por lendas da cena, como Fedde Le Grand, R3HAB, Sam Feldt e Bingo Players.

Os responsáveis pelo hit são os DJs e produtores Flakkë e Ralk com composição e vocal da YASSIQ, que estreou neste mercado com chave de ouro! Repletos de gratidão e muita satisfação com os resultados de ‘Lost ’N Found’, a faixa é a primeira parceria dos DJs que deu mais do que certo! Será que vem mais por aí?

A resposta super positiva, tanto do público quanto de outros nomes do cenário, vem de uma combinação perfeita: a energia da track que contagia as pistas de dança com a mensagem de que, às vezes, é preciso se perder e fazer coisas diferentes e loucas para poder se encontrar de novo – tudo o que o público está sedento para sentir no retorno dos eventos. Vem entender mais sobre ‘Lost ‘N Found’ com a entrevista que Ralk, Flakkë e YASSIQ deram para ao Beat for Beat.

Como aconteceu a ideia da produção de ‘Lost ‘N Found’?

RALK: Eu comecei a ideia e mandei pro Flakkë, só que o que eu mandei não era muito o que ele tinha na cabeça para a música. Daí ele mexeu e mandou uma nova versão… eu curti e demos início, então, a uma nova versão.

YASSIQ: Eu compus a música e mandei pra eles. Cada um de nós tinha uma ideia pra ela. Aos poucos alinhamos nossos pensamentos, Flakkë e Ralk juntaram o que tinham feito de produção numa nova versão, e assim conseguimos colocar os gostos e personalidade de cada um de nós na track.

FLAKKË: Foi bem engraçado, porque eu havia recebido o vocal da ‘Lost’N Found’ e comecei a produzir em cima dele, mas depois fiquei sabendo que o Ralk também estava produzindo o mesmo vocal da YASSIQ, então eu deixei quieto, aproveitei o instrumental que tinha feito e coloquei outra composição em cima. Essa música acabou virando a “Lullaby”, que lancei com o Gudi. Algumas semanas depois, eu recebi o convite para entrar na collab com o Ralk e a YASSIQ e aceitei na hora, pois estava apaixonado pelo vocal. Em uma sessão já matamos a música, fluiu muito rápido tudo e todos nós estávamos na mesma vibe.

Como descreve seus parceiros de track? A sinergia foi legal?

RALK: A energia do Flakkë e a YASSIQ não tem igual, fizemos a track com uma leveza enorme. Fomos lapidando de pouco em pouco até conseguirmos chegar no resultado que agradasse a todos. O Flakkë sempre vem com piadas engraçadas, hahaha!

YASSIQ: Flakkë e Ralk são gente finíssima com energia boa e muito leve, além de serem DJs e produtores fodas, os quais eu admiro. Nós três nos demos super bem desde o primeiro contato, então trabalhar juntos não foi diferente.

FLAKKË: Foi maravilhosa! A gente se entendeu super bem e conseguimos fazer a música bem rápido. Acho que todos nós estávamos com a mesma visão de como a track deveria soar no final, e isso facilitou demais tudo.

Qual a mensagem por trás da música?

YASSIQ: Gosto muito da letra e da mensagem. Eu compus a música pensando na vida, sobre os altos e baixos, momentos bons e ruins. Quero dizer, todo mundo em algum momento precisa sair da linha, dar uma “pirada” pra poder voltar pro eixo, é preciso literalmente se perder pra se encontrar; é um looping e isso é viver. E eu não poderia deixar de falar de amor, na vivência, queremos ser encontrados pelo amor também.

Qual o sentimento pelos suportes recebidos até o momento?

RALK: Nunca tinha recebido suporte desses artistas, fiquei muito feliz e parecia uma criança pulando a cada suporte que recebia!

YASSIQ: Dois sentimentos: gratidão e satisfação.

FLAKKË: Os melhores possíveis, como fã de música eletrônica eu me senti deveras honrado com todos esses suportes internacionais vindo desses big names como R3hab, Bingo Players, entre outros.

Ouça ‘Lost N Found’ abaixo:

Comentários

Formado em Administração de Negócios com ênfase em Marketing, pós graduando em comunicação. DJ, poeta e workaholic. Amante de um bom som, um amanhecer e uma boa dose de esperança.

Leia Também:

Review

Após meses fechado, o Laroc Club reabriu em sua máxima potência, recebendo um dos DJs mais queridos do público brasileiro: Boris Brejcha. O sol...

Via UnderGROUND

CAOS, conceituada casa de Campinas também terá série de novidades em sua estrutura, incluindo uma nova pista externa de house. Conheça a programação de...

Agenda

Com um cartão portal de São Paulo como cenário, a dupla Sunnery James & Ryan Marciano retorna ao país para a White Party Deep....

Via UnderGROUND

Confirmando oficialmente sua edição 2022 em São Paulo, o DGTL contará com nova direção e se posicionou sobre os ingressos da edição 2020. Marcando...

Publicidade

Beat for Beat © 2020 | CNPJ 16.853.408/0001-46 | (11) 98602-8789