Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Editorial

Que tal se aperfeiçoar na técnica de Finger Drumming? Spuri dá a letra

Convidamos o DJ, produtor e sócio do Ombu Studio, Spuri, para falar sobre a técnica de Finger Drumming, que você aprende mais nesse texto:

Spuri Finger Drumming

Texto por Rodolpho Spuri, do Ombu Studio


Antes dos computadores, toda música era produzida de forma puramente orgânica, a partir do contato físico do artista com um instrumento que entoava o ritmo. O surgimento da música eletrônica abriu caminho para uma infinidade de novas possibilidades musicais, a relação mágica do toque que reproduz um som imediato sempre existiu, mas reapareceu com nova roupagem na técnica de Finger Drumming.

Quando um DJ usa o seu set up para mixar faixas, colar samples vocais sobre uma base musical aleatória, incluir ou retirar elementos de alguma produção para modificar o impacto que ela causará na pista, ele basicamente está utilizando um equipamento eletrônico para manipular sons que estão gravadas.

Porém, a grande diferença que o Finger Drumming apresenta é a possibilidade de reproduzir um único beat sonoro cru, que irá se somar a outros para criar uma composição musical. A música é criada na hora por nós, a partir das notas musicais que estão gravadas nos pads do equipamento ou por sons que transferimos para ele a partir de outros instrumentos.

Finger Drumming

Existe um único tipo de hardware que permite a execução da técnica de finger drumming, conhecido como sampler, e ele pode ser encontrado nas mais variadas formas, desde um um teclado controlador MIDI até os pads mais tradicionais, que permitem a armazenagem e reprodução de um beat musical com a ajuda de um software. A propriedade principal desses hardwares, como já mencionei, é reproduzir as notas musicais de diferentes instrumentos digitais a partir de uma interface digital.

Muito bem, agora que já estamos todos na mesma página, entra a parte mais legal de toda essa brincadeira: como fazer finger drumming e usar isso para tornar os seus sets ou músicas ainda mais interessantes. Essa técnica está muito mais próxima da produção musical do que da discotecagem e não é nenhuma surpresa que um bom finger drummer seja também alguém que tenha conhecimento apurado sobre teoria e composição musical, além de muita agilidade nos dedos.

Por toda a característica multidisciplinar do finger drumming, não tem como negar que se trata de uma técnica complexa, mas nem por isso impossível. Para ajudar você nos estudos ou aperfeiçoamento da técnica, a Melodics desenvolveu um programa completo para o ensino e a prática do finger drumming que ajuda os usuários a alcançarem resultados de forma rápida.

A plataforma combina uma interface amigável a explicações detalhadas, relatórios de performance e também um monitoramento de ciclo de aprendizagem, que permite a cada pessoa seguir o seu próprio ritmo. É uma ótima ferramenta para quem quer começar do zero e/ou desenvolver sua habilidade de uma maneira contínua e progressiva.

Espero que você tenha gostado e agora é com você: faça seu cadastro na plataforma para uma experimentação gratuita e bons estudos. Afinal, nem só de Techno vive o homem, boas dicas também são sempre bem-vindas.

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Trance para amar e Techno para dançar, com uma taça de Gin para acompanhar. Onde é o after?

FACEBOOK

PLAY!

PUBLICIDADE

Leia Também:

Mainstage

A tão aguardada celebração do ASOT 1000 será realizada em setembro, com 2 dias de duração, sob o comando do todo poderoso Armin van...

Mainstage

Nosso conterrâneo Alok foi convidado pela One World Radio, para divulgar seus últimos lançamentos na 50ª edição do ‘Friendship Mix’. Comentários

Editorial

Comemorando os 1000 episódios do ASOT, relembramos na nossa coluna Tebetê a passagem do evento pelo Brasil, em 2013, com o ASOT 600. É...

Mainstage

Seguindo a tradição anual, o Beat for Beat promove a 5ª edição do Beat Awards, premiação online que reconhece os talentos da dance music....

Publicidade

Beat for Beat © 2020