fbpx
Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Review

Culture Is Back na ARCA: um divisor de águas na cena eletrônica nacional

Grandioso e em dose dupla, o show de retorno de Lukas Ruiz ao Brasil, Culture is Back, na ARCA, encerrou com chave de ouro 2021.

Vintage Culture ARCA

Há tempos a zona oeste de São Paulo não fervilhava daquele jeito. As luzes natalinas espalhadas pela cidade e uma vila temática ali ao lado, no Parque Villa-Lobos, ditavam o tom de fim de ano. O clima, um tanto nostálgico pela época, ganhava outras nuances para os fãs de música eletrônica brasileiros: o retorno do seu maior expoente atual, em solo brasileiro e com um show especial: Vintage Culture estava de volta!

Durante dois dias, a ARCA, espaço de eventos localizado na Vila Leopoldina, recebeu fãs de todos os tipos e idades, ávidos por um show que prometia ser apoteótico. E foi. Seja na véspera da véspera de Natal ou no próprio dia 25, uma legião de pessoas invadiram o espaço para algo que entraria para a história da música eletrônica brasileira, como uma das maiores produções já vistas. E de fato assim foi.

Quem tem acompanhado o trabalho de Lukas Ruiz nos últimos meses, com certeza percebeu um amadurecimento do artista, principalmente quando falamos de sua música. O artista que começou lá, no Nu Disco e tornou-se mais comercial, foi incorporando elementos ao longo dos meses em suas produções e sua passagem pela Defected, com certeza, trouxe ainda novas formas e sons para seu repertório. Algo que pudemos ver e ouvir de perto.

Vintage Culture ARCA

Transitando entre gêneros, mas sem perder a sua essência tão ímpar, Vintage Culture entregou dois longs sets completamente únicos. De hits como ‘Free‘ e ‘Drinkee‘ a clássicos como ‘Grey‘ de Kolsch, o brasileiro mostrou um lado mais melódico; mais progressivo; mais tech; mais house. Vintage provou, ainda mais, ser um artista versátil, adepto da música de qualidade em suas diversas formas.

Perfeito para receber um evento deste porte, a ARCA também mostrou, mais uma vez, que é um espaço completamente modular. O projeto, assinado pela M-S Live e a Entourage, usou e abusou de luzes, telão de última geração e até um cinturão ao estilo Afterlife. Será um spoiler do que está por vir? De uma coisa temos certeza: o padrão “internacional”, agora, é totalmente brasileiro.

Se havia uma forma de encerrar 2021, com certeza foi daquela. Noites rodeadas de amigos, com música boa, no quintal de casa, nos fizeram agradecer pela vida, pelo presente de podermos nos reunir mais uma vez e nos preparou, mesmo que involuntariamente, para o ano que chegou. Vintage Culture e seus convidados, ditaram o tom do que estava por vir. E virá.

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Trance para amar e Techno para dançar, com uma taça de Gin para acompanhar. Onde é o after?

Leia Também:

Agenda

Festa itinerante dedicada a lineups femininos ainda terá Ella De Vuono e Paulete Lindacelva no lineup em setembro. Depois de uma estreia no Warung...

Agenda

Os hermanos prometem levar muito tempero latino para aquecer a noite do Surreal On Fire, no dia 19 de agosto. Por Louise Lamin Quem...

Agenda

No dia 3 de setembro, o 9º melhor club do mundo segundo a aclamada revista britânica DJ Mag, recebe 3 grandes nomes do EDM....

Agenda

O DJ Israelense Guy J, que coleciona grandes passagens pelo Brasil, retorna mais uma vez ao D-Edge em grande companhia. Saiba mais. Existem diversos...

Publicidade

Beat for Beat © 2020 | CNPJ 16.853.408/0001-46 | (11) 98602-8789