Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Review

A fusão de duas mentes diferentes, é o resultado da estreia mundial do NAFF

Estreando mundialmente na terra da garoa, o NAFF invadiu a passarela do samba e seus anfitriões Fisher e Chris Lake, entregaram um verdadeiro baile.

NAFF

Palco NAFF em São Paulo

São Paulo, em toda sua imensidão, recebe dia após dia, pessoas de todos os tipos, de todos os lados. A cidade que nunca dorme, fervilha com opções das mais variadas, mas nos últimos anos, a terra da garoa têm se transformado, cada vez mais, numa das capitais da música eletrônica ao redor do mundo, tanto que foi a selva de pedra, o lugar escolhido para a estreia mundial de um projeto encabeçado por duas das maiores revelações da house music atual. São Paulo recebia a estreia do Not Another FKN Festival, NAFF, de Fisher e Chris Lake.


O local escolhido para essa estréia, tem vem se tornando um dos points eletrônicos da cidade. O Sambódromo do Anhembi, conhecido mundialmente por sediar o desfile das escolas de samba de São Paulo, caiu nas graças do público raver, que adora dançar no meio da passarela que recebe anualmente passistas e tamborins. Com uma estrutura impecável, pensada para grandes eventos, o Sambódromo entrega uma bela experiência, que somada a uma produção bem feita, resulta numa festa sem defeitos, digna de uma estreia.

NAFF

NAFF ocupando o Sambódromo do Anhembi

Fazendo parte de uma curadoria pensada especialmente para o evento, Caio T foi o responsável por abrir a noite. Membro do tradicional núcleo Gop Tun, Caio fez as honras e começou a festa que não tinha hora pra acabar; Victor Lou fez ecoar os primeiros acordes do popular brazilian bass, gênero tão querido em terras tupiniquins. Os graves mais fortes ecoavam por todos os lados, sempre cumprindo a missão de não deixar ninguém desanimar; O primeiro B2B da noite subiu ao palco, composto por Bruno Furlan e DJ Glen. Duas personalidades diferentes, que juntas, deram vida a algo completamente novo, envolvente;

Quando o relógio marcou 4 horas da manhã, os dois grandes astros da noite subiram ao palco. De um lado, a irreverência de Fisher, do outro, a experiência do veterano Chris Lake. Durante 4 horas, ambos artistas imprimiram suas essências, que mesmo díspares, fundiram-se em completa harmonia. Entre um hit e outro, a pista entregava-se de corpo e alma para a dupla que apresentava seu projeto, pela primeira vez, ao mundo todo. O house tomava conta do Anhembi, passeando entre outras vertentes, mas sempre mantendo a qualidade sonora no mais alto nível. Fisher e Chris Lake fizeram em São Paulo, um verdadeiro baile.

NAFF Fisher e Chris Lake

Fisher e Chris Lake

Com o sol já alto, RDT teve a difícil missão de assumir a cabine após o espetáculo dos anfitriões da noite. Sem deixar a peteca cair, ou a pista parar, RDT não deixou a galera descansar. Foi só quando a música parou, que o público finalmente desacelerou. Era hora de partir.

Sem erros, filas ou tumultos, o Not Another FKN Festival fez uma bela estreia e conseguiu mostrar a todo mundo, que pode sim, ser uma das grandes festas itinerantes, visitando diversas cidades e clubs em todo planeta. Qual será a próxima parada do NAFF? Estamos de olho.

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Trance para amar e Techno para dançar, com uma taça de Gin para acompanhar. Onde é o after?

FACEBOOK

PLAY!

PUBLICIDADE

Leia Também:

Entrevista

Um dos projetos de música eletrônica mais famosos do Brasil nos anos 2000, o eterno projeto Kasino conversou com a gente sobre seu retorno....

Mainstage

Confira os melhores lançamentos que fecharam o mês de julho com chave de ouro. Entre os destaques Dash Berlin, Honey Dijon e Vintage Culture....

Mainstage

Representando a cronologia da vida com mensagem forte, Wolf Player, Vintage Culture e JETs lançam a faixa ‘Things’ nas plataformas digitais. Muitos produtores fazem...

Mainstage

O DJ e Produtor holandês, Armin van Buuren, liberou 31 remixes de grandes hits seus, reunidos no álbum ‘Lost Tapes’. Escute agora! Sabe quando...

Publicidade

Beat for Beat © 2020