Conecte-se com a gente

Oi, o que você está procurando?

Entrevista

Entrevistamos: Bhaskar

Um dos grandes nomes da música eletrônica brasileira, Bhaskar contou pra gente sobre seu processo criativo durante a quarentena e sua estreia num drive-in.

Bhaskar

Bhaskar

A quarentena afetou a todos nós, principalmente os profissionais dos setores de eventos, entre eles, nossos amados DJs. Buscando formas de entreter e claro, voltar a trabalhar, diversas produtoras apostaram em novos formatos, entre eles o de drive-ins e é em um deles que Bhaskar, um dos maiores nomes do cenário eletrônico mainstream nacional, se apresentará no próximo dia 21 de agosto, em São Paulo.


Assim como todos nós, Bhaskar também se viu isolado, precisando se adaptar pessoal e profissionalmente e foi durante a quarentena que ele colocou alguns projetos em prática, começou a explorar novos sons e agora, prepara-se para sua estreia num drive-on, o Go Dream. Às vésperas desse show, conversamos com ele num papo super descontraído e que você confere agora. Entrevistamos: Bhaskar!

Beat for Beat – Olá Bhaskar, tudo bem? É um prazer falar com você mais uma vez. O mundo como nós conhecíamos mudou. Hoje, todos nós precisamos nos readaptar, buscar alternativas e o setor de eventos encontrou nos drive-ins, uma válvula de escape. Como você vê esse novo movimento? 

Bhaskar – Isso foi uma saída que as produtoras encontraram pra trazer entretenimento para o público neste momento. Não é o ideal no quesito festa, afinal, a gente queria mesmo era poder se reunir da forma como sempre fizemos, mas essa é uma boa forma de nos consolarmos, por assim dizer e de trazer um pouco de alegria. Eu to me amarrando em poder fazer parte deste momento de adaptação.

Bhaskar Go Dream

Bhaskar no gramado que receberá seu show no Go Dream

Falando mais especificamente sobre o seu show de sexta, no Go Dream em São Paulo, como está a expectativa para seu primeiro show neste novo formato? Teremos novidades?

Bhaskar – Eu to muito animado pois, realmente, não sei o que esperar. Eu amo quando têm esses momentos de pista nova, de público novo. É diferente tocar numa festa “normal”, porque a gente consegue ver, claramente, a reação das pessoas a cada nova música e ali não vai ter esse cara a cara. Vou ter que ir muito pelo meu feeling, ir sentindo ali a vibe do momento.

E sim, tem bastante novidade. Eu estou a quase 6 meses sem tocar, então tem muita coisa nova pra mostrar pro público.

Você também usou este momento de quarentena para se reinventar e em junho, começou o projeto ‘Follow The Sun’ em formato live. Você acredita que mesmo após uma vacina e a liberação dos eventos, esse formato continuará e não limitando-se apenas aos grandes festivais? 

Bhaskar – Nós aprendemos muito com relação ao streaming e mesmo que as lives não continuem no mesmo ritmo que estão hoje, elas serão mais presentes do que antes da pandemia, isso com toda certeza. As festas presenciais, que antes não faziam as transmissões, vão aderir ao formato e as que já fazem, vão se aperfeiçoar ainda mais.

Bhaskar Follow The Sun

Bhaskar no Follow The Sun #2

Ainda sobre o ‘Follow The Sun’, no começo do mês você apresentou a primeira live do mundo à base de energia solar, o episódio 3, gravado no Chapadão da Praia de Pipa, RN. Como surgiu a ideia dessa apresentação e como foram os preparativos para ela?

Bhaskar – A história de usar a energia solar surgiu através de um amigo nosso da adolescência e que hoje, ele tem uma empresa que trabalha com esse tipo de energia renovável. Esse meu amigo estava acompanhando meu trabalho já a alguma tempo, até ele viu o projeto ‘Follow The Sun’, achou que tinha tudo a ver com o trabalho dele e se ofereceu para entrar no projeto, trazendo a energia, literalmente. Foi uma conexão muito bacana que surgiu, principalmente com relação a nossa amizade do passado.

Já a ideia de fazer em Pipa, foi justamente pra conseguir executar uma live que tivesse uma estrutura maneira, bem tecnológica, com uma cenografia legal e também conceitual, ao mesmo tempo que fosse funcional, que tivesse realmente gerando energia elétrica. Foi isso que nos propusemos a fazer e o resultado foi um ‘Follow The Sun’ muito legal.

Além das lives, o seu calendário de lançamentos também continuou a todo vapor e recentemente você lançou ‘Cortex’. Esse momento de isolamento social prejudicou, em algum aspecto, no seu processo criativo? Quais as suas táticas para não se deixar abalar por uma situação tão delicada?

Bhaskar – Pra mim, este momento de criação durante a quarentena foi muito bom. Eu consegui ser mais sincero comigo mesmo. Antes, por eu estar todo fim de semana tocando em algum lugar e com aquela responsabilidade de bombar a pista, eu acabava apelando um pouco e ficava sempre naquela de “isso vai funcionar e isso não vai” e isso acabava me restringindo um pouco no lado criativo.

Hoje, eu estou muito mais a vontade e eu vi que poder explorar outros campos foi a melhor coisa que eu fiz, pois o meu público também comprou essa ideia, de ouvir coisas diferentes vindas de mim. Eu estou num momento criativo muito bom.

Pra finalizar, quais os planos do Bhaskar para esse restinho do incerto 2020? Que mensagem de positividade e esperança você pode passar para seus fãs? Obrigado e nos vemos sexta!

Bhaskar – Eu tenho alguns lançamentos bem importantes vindo ainda este ano, sendo que ‘Stone Heart‘ é a próxima que sai no inicio de setembro, pela Armada e que eu estou apostando bastante nela. Tem também algumas collabs bem legais que eu fiz nesses últimos meses, que ainda não posso revelar, mas garanto que são tracks bem legais.

E pra todo mundo que está em casa, meio que de saco cheio de toda essa situação, eu peço pra gente segurar mais um pouquinho, é para o nosso bem! Vamos esperar a vacina sair pra poder nos aglomerar novamente e em breve, festejaremos em dobro tudo aquilo que nos festejamos em 2020. Cuidem-se!

Para mais informações sobre o show do Bhaskar no Go Dream em São Paulo, basta acessar o site oficial do evento, onde será possível também, comprar seu ingresso. Clique aqui e garanta já o seu.

Comentários

Editores do Beat for Beat. Apaixonados pela música, pela pista e uma boa taça de gin.

FACEBOOK

PLAY!

PUBLICIDADE

Leia Também:

Mainstage

A tão aguardada celebração do ASOT 1000 será realizada em setembro, com 2 dias de duração, sob o comando do todo poderoso Armin van...

Mainstage

Nosso conterrâneo Alok foi convidado pela One World Radio, para divulgar seus últimos lançamentos na 50ª edição do ‘Friendship Mix’. Comentários

Editorial

Comemorando os 1000 episódios do ASOT, relembramos na nossa coluna Tebetê a passagem do evento pelo Brasil, em 2013, com o ASOT 600. É...

Mainstage

Seguindo a tradição anual, o Beat for Beat promove a 5ª edição do Beat Awards, premiação online que reconhece os talentos da dance music....

Publicidade

Beat for Beat © 2020