10 apresentações fundamentais para curtir o III Points Festival

Um dos principais eventos de música de Miami, o III Points Festival receberá durante 3 dias grandes nomes da música internacional.

III Points

Depois de muita espera, é chegada a hora do III Points Festival. O evento americano de música acontecerá entre os dias 15, 16 e 17 de fevereiro em Wynwood, Miami. Artistas incríveis de vários gêneros da música global se apresentaram no festival, entre eles: Tyler the Creator, Erykah Badu, Beach House, Ty Segall, A$ap Rocky e muito mais, mas como bons ravers que somos, separamos aqui alguns grandes destaques da música eletrônica, que assistiremos no festival para aquela cobertura exclusiva pra vocês.

James Murphy

O vocalista da banda LCD Soundsystem começou sua tragetoria na música como DJ, balançando as pistas de Nova York no cenário underground de 2003. Com muita experiência, sempre que assume as pick ups mistura clássicos do rock and roll a música eletrônica alternativa, beirando a new wave. Set obrigatório e que promete agitar todos no palco Mainframe da 01:30 am às 04:00 am.

Danny Daze b2b Mariel Ito

Esse b2b promete ser incrível, reunindo os gênios do techno Danny Daze e Mariel Ito (Eric Estornel) AKA Maceo Plex AKA Maetrik. O que esperamos? Música de qualidade reunindo clássicos, sintetizadores, graves e novidades exclusivas desse projeto. Os dois cresceram em Miami e tem um carinho muito grande pela cidade onde foram criados, ou seja, tocam em casa, trazendo não só um set sério e inédito, como divertido e misturando muita música inspirada pela cena local. Mariel Ito, trará um projeto que remete muito ao som dos anos 90, como Prodigy, por exemplo e o set será o responsável por fechar o palco Mainframee encerrar o festival. Tocam das 02:00 am às 05:00 am.

YAEJI

Se você nunca ouviu falar dessa produtora Koreana-americana, abra agora seu player de música (ou se preferir, só dar play no set abaixo) e procure por hits como: ‘Raingurl‘ e ‘Passionfruit‘. Com uma variedade de músicas autorais que transitam pelo House, ela se apresenta no Mainframe, das 12:30 am às 01:30 am.

Keinemusik (&ME, Adam Port e Rampa)

Representando a cena House/Tech de Berlim, o III Points traz o trio Keinemusik, que será o grande responsável por fechar o palco BOILER ROOM com cinco horas de set, no sábado das 12:00 am às 05:00 am! Muito groove e muita melodia, tomarão conta da apresentação de &ME, Adam Port e Rampa. Set mais do que imperdível.

DJ Stingray

Techno underground de Detroit com uma descrição dessa você já sabe o que pensar: set pesado, carregado de um som industrial, máquinas e sons futuristas. Shepard Ingram está na atividade desde os anos 80 e tem várias tracks em colaboração com Carl Craig, Dixon até artistas mega alternativos como Aphex Twin. Stingray é um dos responsáveis pela cena 80s/90s de Detroit, logo, um grande influenciador dos artistas que temos no techno atualmente. Se ver esse nome em algum line, compareça, prestigie e assista a uma aula em altos bpms. Ele se apresentará no palco Boiler Room do III Points, domingo das 12:00 am às 02:00 am.

Honey Dijon

Produtora americana e ícone fashion, que assim como a House music, nasceu em Chicago. Altamente influenciada por divas clássicas da música pop, R&B e vinyls vendidos nas lojas de música em Chicago na década dos 90s, além de nomes como Derrick Carter e Danny Tenaglia. Sabemos o que esperar: nada menos do que um dos sets mais dançantes e animados do festival. Todo o background da cena House de Chicago misturado a cena eletrônica de Nova York (onde mora) paralelo ao underground de Berlim. Seus sets são sempre diferenciados pois reúnem o que há de melhor no House atual, tudo com um estilo muito próprio, que é a marca de Miss Honey. Palco Isotropic, 01:00am as 03:00am.

David August

Um produtor genial, que emociona. Nascido em Hamburgo na Alemanha e influenciado pela cena de Berlim, lugar onde estudou engenharia de som foi em 2010 que lançou seu primeiro EP e estourou com a track ‘Moving Day’. Algum tempo depois lançou ‘Epikur‘, pela Innervisions que é claro, uma da labels mais respeitadas da cena alemã, com artistas como Dixon, Âme e Henrik Schwarz. Logo após, se apresentou no Boiler Room e desde então, vem provando seu talento a cada lançamento que produz. Depois de alguns anos em hiato, lançou em 2018 novos materiais e promete apresentar um set muito intenso e introspectivo no palco Mainframe do III Points, domingo das 10:30 pm as 11:45 pm.

Peggy Gou

Naturla da Coréia do Sul e atualmente morando em Berlim, Peggy Gou é uma produtora relativamente nova. Seu primeiro lançamento foi em 2016, pelo selo Rekids da Radio Slave, e logo de imediato, sua música chamou atenção pela consistência e maturidade do material, fruto de longos anos de estudo em Londres. Em pouco tempo, Peggy conquistou a pista do lendário Berghain, do Boiler Room e agora, o palco Isotropic do III Points na sexta, das 03:00 am às 05:00 am

Virtual Self

A mente criativa e nerd de Porter Robinson dão vida ao Virtual Self, um projeto sem pré-definições ou rótulos, repleto de músicas cheias das múltiplas personalidades do produtor. House, techno, garage, happy hardcore, trance… tudo faz parte da sonoridade de Virtual Self, que entrega apresentações mágicas, futuristas, com grande apelo visual e sonhador. Porter levará todas as facetas do Virtual Self para o Palco Mainframe do III Points, sexta da 01:30 am às 03:00 am.

Você poderá acompanhar uma cobertura completa dos 3 dias de III Points em nosso Instagram ou Facebook. Não perca!

Comentários

Estudante de psicologia, ama viajar e conhecer novas culturas. Música é a maior paixão, da eletrônica ao rock and roll!