A mágica por trás do Hï Ibiza e Ushuaïa, pérolas da ilha espanhola

Um dos destinos mais desejados por fãs de música eletrônica foi parada obrigatória durante nossa #B4BTour. Conheça um pouco sobre dois clubs de Ibiza.

Ushuaia Ibiza

Existem diversos lugares que são pontos turísticos para nós, fãs de música eletrônica. Fãs de techno preferem Berlim ou Detroit, fãs de trance uplifting e EDM gostam bastante de Amsterdam, já os mais psicodélicos têm uma queda bem grande por Goa ou Israel, mas quando falamos no sentido geral dos gêneros eletrônicos, tem uma ilha que vem imediatamente a nossa mente: Ibiza!

O ano de 2018 foi bem marcante para o Beat for Beat, afinal, fizemos nossa primeira tour internacional. Passamos por diversos países, cidades, eventos dos mais variados tipos e para todos os gostos e claro, a ilha mágica de Ibiza não poderia ficar de fora. Nossos correspondentes Adolfo Alves e Barbara Oliveira se revezaram entre um club e outro e em duas épocas diferentes, um no começo do verão e outro mais pro fim e curtindo um pouco de tudo, desde o techno ao EDM mais comercial.

A ilha respira música eletrônica. Tudo e todos estão totalmente dedicados ao negócio que movimenta a cidade. Ravers do mundo todo correm para Ibiza, principalmente durante o verão, para curtirem as melhores festas, nos melhores clubs, na companhia dos maiores DJs do cenário internacional e foi nos clubs Hï Ibiza e Ushuaïa que nossa querida Barbara deixou sua marquinha:

Ushuaia Ibiza
Ushuaia Beach Club

“Se eu puder escolher um club como o meu favorito em Ibiza, com toda certeza é o Ushuaïa. Se você perguntar por balada na ilha, ela será a primeira opção de todos. Balada tem um significado e ela é o Ushuaïa. Como grande maioria dos clubs, lá a agenda é bem diversificada e atende bem a todas as tribos da música eletrônica, com festas diárias e bem variadas. A cada dia, uma nova temática é instalada na festa, sempre muito diferente da anterior e nunca decepciona. O club é muito espaçoso, com bares muito bem distribuídos e staff prestativo. O club é open air, o que ajuda bastante, já que o verão espanhol é bem quente e a piscina no meio do club só deixa o lugar ainda mais charmoso. Uma combinação perfeita”

“Eu tive a oportunidade de curtir duas festas no Ushuaïa. Primeiro, fui na famosa BIG, do igualmente famoso David Guetta, que acontecia às segundas-feiras. Já na terça, conheci a ‘Garden of Madness‘ do duo Dimitri Vegas & Like Mike.  O mais impressionou foi a produção, decoração de cada uma das festas e a rapidez com que eles desmontaram uma e montaram outra, em poucas horas e isso acontece diariamente, com todas as festas. Pra você entrar na vibe única de cada festa, são distribuídos muitos brindes, bonés, acessórios… tudo pra tornar ainda mais em uma experiência única. A ‘Garden of Madness’, por exemplo, é uma mini-Tomorrowland em Ibiza. O palco é cheio de detalhes e a decoração do club te transporta para o festival. Tomorrowland aqui é reproduzido ao pé da letra. O Ushuaïa não tem defeitos, desde a qualidade sonora a organização da casa, sem filas e grandes transtornos.”

Hi Ibiza
Hi Ibiza

“O Hï Ibiza é um daqueles clubs totalmente modernos, indoor, pra ninguém botar defeito. Com uma programação também diversificada e com uma agenda repleta de DJs renomados, O Hï destaca-se pela sua qualidade sonora: a pista principal do club possui um som potente, algo, limpo e com batidas que dão aquele toque especial durante todos os sets, além do teto e suas placas de LED que movimentavam-se. Uma iluminação impecável.  Com 3 ambientes, no Hï encontramos um dos mais inusitados durante toda nossa tour: uma pista de dança no banheiro, ou um banheiro com DJ tocando, você pode escolher. Como a politica da casa com relação a fotos é bem restrita, tal cenário ficará no seu imaginário.”

“A noite da nossa primeira visita não poderia ser melhor: pudemos curtir a closing party de Armin van Buuren e Sunnery James & Ryan Marciano. Infelizmente a casa estava muito cheia, afinal não era qualquer festa que estava acontecendo ali e o ar condicionado aparentava não suprir o calor do lugar. O staff da casa também estava bem tenso, talvez pela lotação e importância daquela noite, mas nada que comprometesse o serviço prestado. Já em nossa segunda visita, no domingo, a casa estava mais vazia e o ambiente tornou-se mais agradável. Era possível transitar livremente entre as pistas (e curtir o DJ do banheiro), sem maiores problemas. Diferente do Ushuaïa, o Hï é um club mais tradicional, sem grandes atrativos no quesito interação, mas suas atrações fazem toda diferença. Você já imaginou curtir Armin bem de pertinho e em Ibiza?!”

Mesmo sendo do mesmo grupo, os dois clubs possuem vida própria e características únicas, sem precisar do club “irmão” para qualquer coisa. Com toda certeza, experimentar a noite de Ibiza muda seu conceito sobre baladas, desde quando pensamos em organização até em atrações e festas. Uma ilha que respira e vive a música eletrônica, que tem em suas raízes o melhor espirito clubber de ser. Se pudermos te dar um conselho: vá para Ibiza o mais rápido possível!

Colaboração: Barbara Oliveira e Paula Feiras.

Comentários

DJ, Produtor, Redator, Libriano e Sonhador. Há vinte e tantos anos, embalado pelo Trance.